23/07/2020

Em conexão com clientes e startups Sinqia constrói ecossistema de Open Finance

À medida em que avança a regulamentação de estruturas como Open Banking, PIX e SandBox, o mercado começa a ficar livre para desenvolver negócios inéditos na indústria financeira. É hora de pensar em operações abertas, horizontais e maiores do que jamais foi possível. Afinal, será um completo desperdício ter um país dotado de um arcabouço jurídico, tecnológico e regulamentar tão moderno se as empresas continuarem fazendo as mesmas coisas que sempre fizeram com a formulação antiga.

As potencialidades deste novo cenário apontam na direção do conceito de Open Finance, que se caracteriza pela capacitação de consumidores e empresas de todos os portes a acessar, alterar e se beneficiar dos dados mantidos sobre eles por governos e outras instituições. Esse novo ambiente abrangerá serviços básicos como conta correntes, por exemplo, mas também permitirá o cruzamento de informações com verticais mais segmentadas como previdência, investimentos e seguros, o que, por sua vez, levará a uma inovação social e uma experiência mais transformadora.

Neste novo ambiente sairão na frente aqueles que entenderem e prepararem suas próprias estruturas para executar com mais velocidade o tipo de inovação exponencial habilitado por esta nova era.

É exatamente neste sentido que a Sinqia vem trabalhando. Enquanto se movimenta para estar em conformidade com as exigências da regulação, a empresa avança em duas frentes.

Por um lado, se mantem em contato estreito e constante com seus clientes e com o próprio mercado para identificar tendências. Por outro lado, ativa um radar atento ao mundo das startups com objetivo de desenvolver um ecossistema de estruturas tecnológicas inovadoras que permitam o acesso rápido às mais modernas soluções. Desta forma, a companhia terá condições de responder rapidamente às demandas do Open Finance.

“O futuro é um sistema integrado e essas integrações permitirão o cruzamento de verticais. Assim sendo, qualquer formatação de produtos será possível e as empresas precisarão ser capazes de oferecer a tecnologia que permita essa flexibilidade total de operação”, afirma o Chief Marketing & Innovation Officer da Sinqia, Leo Monte.

Segundo ele, para estar apta a trabalhar desta forma, a Sinqia busca parcerias em diversos formatos com startups que oferecem por exemplo, integração de legados por meio de APIs, sistemas avançados de cadastro, crédito consignado, antecipação de recebíveis, cobrança, reconhecimento facial, RPA e outras opções.

O momento agora é de ampliar cada vez mais o leque de habilitadores para dotar o ecossistema da Sinqia de uma rede de parceiros capazes de entregar rapidamente qualquer tipo de desenvolvimento que possa surgir quando o jogo do Open Finance estiver valendo.

“Sabemos que para vencer este novo jogo não poderemos nos dar ao luxo de perder muito tempo construindo tudo do zero. Já existe muitas soluções desenvolvidas e prontas para usar. Precisamos ter a habilidade de conhecer e conectar rapidamente essas possibilidades para colocar a inovação em prática com a máxima eficiência e agilidade”, comenta.

Outra característica do Open Finance é a colaboração. Qualquer especialista em inovação sabe que este é um jogo que ninguém ganhará sozinho. Um sistema que tem como maior benefício o fato de ser aberto traz consigo o benefício de oferecer oportunidades para todos.

Isto posto, para desenvolver a estratégia de sua empresa da maneira correta e ter a certeza de entrar neste jogo fazendo parte de um time forte, entre em contato com a Sinqia. https://bit.ly/32MARke

Busca

Notícias

Press Release: Sinqia adquire Atena
Agora somos Sinqia!
Em 2019, oferta de debêntures deve bater novos recordes.
Press Release: Sinqia compra ADSPrev
Tecnologia para Previdência é com a Sinqia!
Automação de processos com RPA
Cadastro Positivo: prepare a sua instituição